Como a liderança transforma?

A liderança transforma pessoas, equipes, empresas, a sociedade e o mundo.

Eu sempre trabalhei olhando para o longo prazo e, em todos os cargos, eu gosto de observar quem do meu time poderia assumir o meu lugar. Quem lidera tem que pensar em sucessão o tempo inteiro, não pode pensar só na sua carreira, né? Todo mundo quer crescer, mas às vezes não cuida do crescimento dos outros.

Uma coisa que eu tenho muito orgulho é que eu sempre deixei as pessoas preparadas para assumirem o meu lugar.

Há 15 anos, eu era gerente em uma filial de uma das maiores transportadoras do Brasil. Eu olhava para o time e via que todos ali tinham muito para se desenvolverem. Estavam longe do cargo de gerência. Porém, uma pessoa ali tinha muita postura de liderança: Roni Victor. 

Ele era um supervisor operacional e extremamente trabalhador. Um menino novo, com energia, porém sem estudos. Eu fui observando seu jeito e conversando muito com ele. Eu queria que ele começasse a olhar para o longo prazo também.

– Rony, o que você quer para sua vida, cara? Você é um cara de 20 poucos anos, tem muito potencial, mas sem o Ensino Superior você nem senta para conversar sobre promoção aqui dentro. Eu acho que você pode criar um novo horizonte na sua carreira.

Foi assim que ele começou a considerar a possibilidade de ser gerente um dia. Juntos, começamos a traçar um “plano” pra isso. Identificamos os requisitos que ele tinha que desenvolver, mas o primeiro era a graduação. Ele estava muito resistente, porque jovens acham que 4 anos duram uma eternidade. 

Vi que as matrículas de uma faculdade estavam abertas. Coloquei o garoto dentro do carro e fomos até lá e ele com medo de não conseguir conciliar. No fim das contas, ele se matriculou e se formou!

Quando eu pedi demissão, eu cuidei de fazer uma transição bem tranquila. Conversei com a minha diretoria para considerar o Roni, porque ele já estava fazendo curso superior. Eles foram reticentes, mas o colocaram no processo seletivo. Roni foi contratado como gerente júnior e foi uma vitória pra ele. Eu fiquei muito feliz!

Dez anos depois, em outra empresa em que eu estava trabalhando, ele se candidatou para uma vaga. Fui honesto com a diretoria: – Eu não posso participar desse processo, vai ter conflito de interesse. O meu parecer sobre o Roni é: ele um cara incrível, um líder que faz a coisa acontecer. Mas eu não participei, porque a questão do compliance era muito forte para nós. 
Outros diretores participaram e ele foi escolhido por seu mérito. Voltamos a trabalhar juntos. Hoje, ele está muito bem profissionalmente, feliz, realizado, tem os seus projetos e temos uma amizade. 
Essa é uma das histórias de orgulho, das muitas que eu tenho, de pessoas queridas que ajudei. Um bom líder tem que colecionar histórias assim, porque precisa pensar em sucessão, desenvolvimento. Quando a gente olha para trás, o que mais nos dá orgulho são as vidas transformadas, é o maior legado que a gente tem.

Seja um líder que transforma!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

MICHAEL OLIVEIRA

Michael é Líder e Fundador do Instituto Brasileiro de Liderança. Atua em posições estratégicas há 20 anos, é especialista em gestão de negócios e já liderou equipes e empresas nas principais capitais do Brasil, ocupando cargos de gerência até CEO.

Leia também

WeCreativez WhatsApp Support
Dúvidas? Fale com o Hélio
? Olá, como posso te ajudar?

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site