Descubra o seu verdadeiro eu

Neste artigo vou propor uma reflexão profunda e importante sobre autoconhecimento. Você vai ter coragem de embarcar nessa?

Quem é você?

Essa é uma pergunta simples porém repleta de significado.

Não estou perguntando sobre sua formação, sua profissão, seus hobbies, nem seus gostos pessoais. Também não estou questionando se você é mãe ou pai, filho ou neto, se é casado ou solteiro.

A pergunta não tem nada a ver com seu cargo, preferências ou posses.

Se trata de um questionamento muito mais importante: quem é você de verdade?

Normalmente, ao se deparar com essa pergunta nosso primeiro impulso é responder sobre papéis sociais, nossos gostos ou aspirações. São os recursos mais recorrentes que temos para nos relacionarmos com a sociedade. Carl Gustav Jung, psiquiatra e fundador da psicologia positiva, chamou isso de persona.

A persona remete às máscaras usadas no teatro grego centenas de anos atrás. Jung trouxe esse termo para simbolizar o mecanismo que a mente humana utiliza ao criar uma interface para se relacionar com os outros socialmente. 

Na prática nós assumimos personagens durante a vida, e procuramos nos comportar de acordo com o que é esperado para cada papel. O papel de pai ou mãe. O papel de filho. O papel de funcionário. O papel de líder ou liderado. Como temos a necessidade primitiva de sermos aceitos, nos sentirmos seguros e amados, então procuramos desempenhar esses papéis com o máximo de empenho, para atender às expectativas dos outros.

Mas a medida que você se envolve demais com esses papéis, mais você se desconecta dos seus sentimentos, da sua consciência interna. Enterrando perigosamente a sua verdadeira identidade.

Múltiplas personas

Você possui várias personas. Elas são as máscaras que você usa há tanto tempo, que até acredita que elas são você. Elas se tornaram tão coladas ao seu rosto que quando perguntamos  “quem é você?”, você fala delas. Não fala sobre o seu verdadeiro eu.

Agora que sabe disso, responda: afinal, quem é você?

Para responder a essa pergunta é preciso imergir em uma intensa reflexão, buscar conhecer com profundidade a sua essência, descobri-la e viver alinhado com ela. Quanto mais você se permitir refletir, mais irá descobrir a verdade sobre si mesmo.

Agora eu vou revelar dois exercícios que podem te ajudar nessa jornada de descobrimento:⁣

1- Aceite suas personas

Tenha consciência de todas as suas máscaras. Escreva em um pedaço de papel quais são as personas (máscaras) que você usa a maior parte do tempo. Filho, empresário, pai, líder… escreva todas que se lembrar! 

Para cada persona, escreva:

o que esperam de você   X   como você gostaria de ser (se pudesse viver sem negar nenhuma parte sua, boa ou ruim).

Reflita sobre o quanto você tem se esforçado para atender uma demanda social e quanto tem reprimido sua verdadeira essência. Ter consciência clara da sua condição atual é absolutamente poderoso para o seu autoconhecimento.

2- Encontre sua singularidade

Quais são as coisas que te fazem ser uma pessoa única dentre os 7 bilhões de habitantes desse planeta? Desde as suas digitais, até o jeito que você fala, seus trejeitos, suas habilidades, a forma como se veste, a forma como anda… anote tudo que puder!

Quanto mais consciência sobre si, maior o seu autoconhecimento e maior será a sua expressão no mundo. Então relacione tudo que te faz único.

Esses exercícios vão te ajudar a revelar quem você é de verdade.  

→ Para uma imersão completa sobre autoconhecimento, ouça o podcast “Quem é você” do Líder HD. Você encontra no Spotify, Soundcloud, Apple Podcasts e Google Podcasts.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

MICHAEL OLIVEIRA

Michael é Líder e Fundador do Instituto Brasileiro de Liderança. Atua em posições estratégicas há 20 anos, é especialista em gestão de negócios e já liderou equipes e empresas nas principais capitais do Brasil, ocupando cargos de gerência até CEO.

Leia também