Complexo de Vira-latas

Teve gente torcendo o nariz para as Olimpíadas. O mal humor antes dos jogos foi tão absurdo que nós, enquanto nação, perdemos uma baita oportunidade de gozar desse evento tão maravilhoso que a Cidade do Rio nos proporcionou. Sem contar que o próprio povo brasileiro, além de descrente, não se continha, e também falava mal de tudo, fazendo ecoar para fora do país, o noticiário negativo sobre o Brasil e a nossa incapacidade de realizar alguma coisa.

A abertura dos jogos já foi um tapa na cara de quem estava apostando que a casa ia cair. Enquanto assistia a abertura eu ainda continuava com o pensamento de meses antes, imaginando como um povo pode ser tão estúpido, de apostar e até mesmo torcer, para que aquilo desse errado…

Os jogos avançavam e só na ultima semana, depois que os vira-latenses perceberam que tudo correu bem, começaram a aparecer sinais de cura temporária da síndrome e uma onda de autoestima tomou o Brasil.

É impressionante a mania de desacreditar da nossa capacidade. Esse hábito é terrível, não tem nenhuma utilidade e só deprecia o nosso valor, de todas as formais possíveis.

Esse complexo de vira-latas também está impregnado no inconsciente coletivo de vendedores, gerentes, profissionais que sempre acham que “a grama do vizinho é mais verde”. É muita falta de confiança no próprio taco ou na empresa onde trabalham. Esse complexo de inferioridade revela um misto de insegurança e pessimismo que paralisa, entorpece a ação e tira a efetividade da pessoa acometida por isso.

E não se iluda… ninguém está livre da síndrome. Ela está impregnada na imprensa, no governo, nas empresas e em todos os círculos de poder. Vira-latisse não escolhe camada social ou econômica. Parece que é um problema cultural.

Já está na hora de acabar com esse comportamento inútil.

Prática HD: Para treinar o seu olhar, toda vez que você for meter o pau em alguma coisa, contenha-se! Conte até dez e veja o lado positivo da coisa. Tudo tem um lado bom. Como Brasileiro, faça alguma coisa pelo Brasil, pare de reclamar. E faça mais, quando ver alguém com complexo de vira-latas, dá uma vacinada na criatura. Você consegue hein?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

MICHAEL OLIVEIRA

Michael é Líder e Fundador do Instituto Brasileiro de Liderança. Atua em posições estratégicas há 20 anos, é especialista em gestão de negócios e já liderou equipes e empresas nas principais capitais do Brasil, ocupando cargos de gerência até CEO.

Leia também