Liderança tóxica: 4 dicas para lidar com essa situação

A liderança tóxica é um problema sério nas empresas, ela pode afetar a equipe, os colaboradores individualmente e os resultados. Infelizmente, ainda existem líderes que exercem suas atividades com bases arcaicas de liderança e os liderados têm duas opções: aprender a lidar ou demitir o seu chefe!
Liderança tóxica

A liderança tóxica é um problema sério nas empresas, ela pode afetar a equipe, os colaboradores individualmente e os resultados. Infelizmente, ainda existem líderes que exercem suas atividades com bases arcaicas de liderança e os liderados têm duas opções: aprender a lidar ou demitir o seu chefe!

Uma das principais razões das pessoas pedirem demissão nos seus empregos é por causa dos seus chefes, porque eles pegam tanto no pé, tornam a vida da pessoa tão difícil que elas preferem sair da empresa.  É muito importante ficar atento a isso, porque algumas empresas toleram esse tipo de liderança em função de, aparentemente, darem resultados. Mas como eu sempre falo, dinheiro e lucro não podem ser somente o que importa.

Muitas vezes o chefe está batendo alguns indicadores, apresentando um trabalho razoável do ponto de vista numérico, mas está acabando com a equipe, está sendo um péssimo líder, ele atua com uma liderança tóxica.

Os 7 tipos de chefe difícil

Mas afinal o que é para você um chefe difícil? Essa é uma pergunta subjetiva, mas nos meus anos de experiência como líder, conversando com meus alunos e com as pessoas que me seguem, eu consegui separar alguns tipos mais comuns de liderança tóxica.

Chefe dragão

O primeiro tipo de liderança tóxica é o chefe dragão. Esse é aquele chefe que está cuspindo fogo o tempo todo, está nervoso, ele é quente, ele está sempre esquentando o ambiente. Esse líder está sempre tornando o ambiente tenso sem necessidade e isso acaba fritando as pessoas, deixando a equipe sempre em um estado de tensão muito grande. E, vamos combinar, isso não agrega absolutamente nada.

Chefe detetive

O segundo tipo é o chefe detetive. Ele fica vasculhando as coisas, olhando número, relatórios. Além disso, tem mania de perseguição, não só de perseguir, mas também de ser perseguido. Já parou para pensar que quem persegue os outros tem a síndrome de que é perseguido também? Portanto, esse tipo de liderança tóxica fica sempre atento, sempre no pé dos seus colaboradores, tomando conta de alguma coisa.

Chefe burocrata

O chefe burocrata é aquele chefe chato que gosta de fazer reuniões longas, gosta do ritual, de papelada, de carimbos, quando faz reunião passa a palavra. Ele é bem ritualístico, a sua forma de trabalhar é lenta. Além de fazer muitas reuniões, muitas vezes, algumas delas terminam sem pé nem cabeça. 

Chefe todo poderoso

O quarto tipo de liderança tóxico é terrível também. O chefe todo poderoso é aquele chefe arrogante, que tem uma postura petulante, o nariz em pé. Então, tudo que ele fala é certo, não gosta de ser contrariado. Talvez, por isso, assuma uma uma pose e atitudes de rei, andando empinado, cumprimentando as pessoas à distância. Ele tem uma aura de poder e gosta disso.

Chefe samambaia

O quinto tipo é o chefe samambaia. Com certeza você conhece a expressão “aquela pessoa é uma planta”. É aquela pessoa quieta, que não mostra a que veio e esse chefe é exatamente assim. Ele fica dentro da sala enfeitando o ambiente, porque ninguém sabe para que ele está ali.

Chefe Rei Dom João

Esse tipo de liderança tóxica gosta de manter a distância. Esse chefe fica na sala, no trono, com aquela postura típica de rei. Mas quando você olha mais de perto, tem medo de sair dali e falar com os outros, de liderar.

Chefe biscoito de polvilho

Por fim, o chefe biscoito de polvilho. Esse é aquele chefe que faz muito barulho, circula, quer ser amigo de todo mundo, mas no fim do dia ele não exerce a sua função. Ou seja, ele não trabalha, não agrega ao time, não direciona, ele não lidera. Como um líder pode não liderar, não é mesmo?

4 formas de lidar com uma liderança tóxica

Como você viu acima, existem alguns tipos de chefes difíceis, mas eu tenho uma notícia boa! Para todos esses tipos de liderança tóxica, existe uma forma de lidar, uma forma de tornar essa relação mais harmoniosa.

Primeiramente, você precisa ter em mente que nós conseguimos nos posicionar para ter um relacionamento positivo com qualquer tipo de pessoa. Se esses chefes estão agindo assim, é porque eles têm alguma demanda interna.

Sendo assim, eles externam tudo isso que está reprimido dentro deles desta forma difícil, tóxica e pode até mesmo ser cruel. Se você quer saber como reconhecer um líder tóxico, assista esse vídeo:

Mas se você quer saber como lidar com uma liderança tóxica, como domar a fera, o chefe difícil, confira essas 4 Práticas HD:

  • Seja excelente

Se você for muito bom no que faz, ninguém vai pegar no seu pé. Se você tem essa meta na carreira, provavelmente não gosta de ninguém pegando na sua mão, então, o que você precisa fazer é um trabalho impecável. Portanto, se você fizer um trabalho impecável, dificilmente você vai ser alvo de um chefe difícil pegando no seu pé.

  • Entenda que esse comportamento não é sobre você, é sobre o seu chefe

Por trás de cada tipo desse, seja arrogante, o dragão, o burocrata, por trás dessa máscara, tem uma pessoa com medo. Ele tem necessidades que não estão sendo atendidas. Portanto, no fim, isso pode ser uma grande defesa que ele tem para se relacionar com as pessoas.

Aliás, para que um líder consiga entregar empatia, atenção, orientação, diálogo, escuta, ele precisa ter isso dentro dele. Então, o problema desses líderes é que eles não têm. Por isso, eles têm medo, eles não criaram a ponte com as pessoas, porque eles não têm os seus próprios problemas resolvidos. Sendo assim, por trás daquela força, todo aquele poder, arrogância não tem nada. Ter um menino com medo. Quando essas pessoas se relacionarem com você, entenda que é ela quem tem um problema. 

Por isso, se você compreender a situação e tiver um olhar de empatia e até de compaixão, você vai ter uma relação muito melhor com essas pessoas e, talvez, consiga ajudá-las a se desenvolver. Olha que incrível, você pode liderar o seu líder. Se você quer saber como fazer isso da melhor forma possível, assista ao vídeo do meu canal “Como liderar o seu chefe”.

  • Esteja em um nível de consciência consciência racional

Como diria Einstein:

Não se pode encontrar a solução de um problema, usando a mesma consciência que criou o problema. É preciso elevar sua consciência.

Você tem que estar no nível de consciência acima do problema, senão você vira parte do problema. Então, quando você estiver se relacionando com alguém que, nitidamente, está envolvido por emoções, e todos os chefes difíceis estão pilhados por emoções de alguma maneira, para você lidar com ele você tem que estar na consciência racional.

Então, fique tranquilo, relacione-se e se ele estiver gritando, você pergunta sem sair do seu tom, sem se afetar, sem se identificar com aquela crise:

O que que você? Quer um relatório? Que horas você gostaria que eu entregasse? Perfeitamente, às quatro da tarde, então. O senhor tem mais alguma observação? Ou seja, você não precisa se afetar. Você age com razão, com tranquilidade, faz perguntas de forma clara, não fique com medo. Porque se você tiver medo de se relacionar com uma pessoa que está destemperada, você não consegue estabelecer um diálogo e isso vai tornar a relação de vocês mais pobre.

Portanto, muitas vezes esse chefe tem o cargo, mas não sabe expressar bem o que ele está sentindo e se você se apropriar de uma linguagem mais compassiva, de uma comunicação não violenta com certeza você vai conseguir conviver melhor com a pessoa assim e certamente vai influenciar muito no comportamento dele.

  • Converse com seu chefe

Converse com seu chefe, dê um feedback assertivo para ele, você tem coragem de fazer isso?

Você precisa buscar essa abertura. Se você conversa, faz um comentário com essa pessoa para contribuir, sem agredir, sem usar de emoção, mostrando para a pessoa algo que ela vai gostar. Para isso, você precisa falar com calma, não é para criticar e, sim, para contribuir, para agregar. Se você fizer isso, a chance de você ser valorizado e a pessoa te ouvir é muito grande.

Quer ir mais fundo nesse assunto? Assista ao vídeo “Como trabalhar com um chefe difícil [tóxico]”!

Por último, para você aprender mais técnicas de liderança, acompanhe o Líder HD no Instagram, Facebook, LinkedIn, entre para nosso grupo no telegram e ouça os nossos podcasts!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

MICHAEL OLIVEIRA

Michael é Líder e Fundador do Instituto Brasileiro de Liderança. Atua em posições estratégicas há 20 anos, é especialista em gestão de negócios e já liderou equipes e empresas nas principais capitais do Brasil, ocupando cargos de gerência até CEO.

Leia também

WeCreativez WhatsApp Support
Dúvidas? Fale com o Hélio
? Olá, como posso te ajudar?

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site