Pessoas tóxicas

Você conhece uma pessoa que, por onde anda, tem uma nuvem carregada na cabeça? Na maioria das vezes, essas pessoas são minoria e é importante pararmos para observar quantas pessoas tóxicas, de fato, estão ao nosso redor, para não rotular de forma desnecessária e enxergar o inferno sempre vindo do outro.

Existe uma grande confusão sobre o que é uma pessoa tóxica. Simplesmente porque existe uma enorme diferença entre ser hipócrita, arrogante, estúpido, mentiroso, corrupto, idiota e, tóxico.

Partindo de lentes HD, enxergamos as pessoas tóxicas como aquelas que têm a habilidade ou a iniciativa de contaminar ou afetar a atmosfera emocional de uma ou mais pessoas. Com intriga, fofoca, destempero, confusão, discussões, inveja e outros recursos nada nobres.

Para reconhecer o perfil de uma pessoa tóxica, aqui vão algumas características. O indivíduo tóxico, tem um vazio emocional profundo, nós atados no passado, questões mal resolvidas.

Uma pessoa tóxica, normalmente, tem um histórico de desentendimento longo em seu círculo de convivência. Briga com todo mundo e depois faz as pazes, em um ciclo que dura a vida toda. Às vezes, com uma dose maior de orgulho, fica uma vida inteira sem falar com o outro, sobre o pretexto de ser transparente e verdadeira.  Liga sua metralhadora e faz um estrago com suas palavras.

Uma pessoa tóxica sempre faz papel de vítima, se sente traída, indignada, revoltada. É o mundo contra ela. Alimenta teorias da conspiração, sempre se sentindo perseguida, maltratada e leva qualquer comentário para o lado ruim.

A pessoa tóxica está sempre maquinando vingança, observando as palavras dos outros para usar como munição. No mundo corporativo, são pessoas que ficam colecionando e-mails, documentos e até mesmo gravações para usar contra alguém ou contra a empresa. Ficam sonhando com o dia que vão entrar na justiça. Não é raro se voltarem contra até com as pessoas que lhe ajudaram. Basta que essa pessoa não concorde com algo banal, que os tóxicos já encontram motivos para fazer dela, um alvo.

As pessoas tóxicas são essencialmente negativas. Reclamam de tudo, têm uma energia ruim. Qualquer bate papo traz alguma notícia ruim ou palavras más sobre os outros. São pessoas amargas, com um ceticismo imenso sobre a vida e sobre as pessoas.

Outra marca registrada do tóxico é o mau humor. Não levam nada na esportiva, sempre fazem cara feia e estão à beira de um chilique a qualquer momento. É imprevisível e viver ao seu lado é como andar em um campo minado.

Uma pessoa tóxica também é intoxicada com seu próprio amargor. É uma pessoa carente de amor, mal resolvida e que fica remoendo por muito tempo alguma coisa dita fora do contexto.

Desse modo, conseguimos perceber que uma pessoa tóxica é um misto de coisas mal resolvidas, desequilíbrio emocional, inveja e gotas de vingança. Além de amargor, tem como maior habilidade, disseminar a desarmonia em um ambiente.

É alguém perigoso, pois pode criar problemas de grande tensão, mas também é pequeno e frágil. Alguém com essa mentalidade, não tem grande desenvoltura na vida, dificilmente ocupa grandes posições e a solidão será sempre a sua companheira.

Quando olhamos para uma pessoa tóxica com olhos de sabedoria, nos damos conta de que, na verdade, é uma pessoa digna de pena, afogada em si mesma, na sua amargura e na sua incapacidade de sentir compaixão e paz.

Qualquer um tem potencial para se tornar uma pessoa tóxica, basta se intoxicar o suficiente, até transbordar. Para se intoxicar, é só consumir conteúdo ruim, notícias pessimistas, andar com pessoas que arrastam correntes, cultivar a mágoa, não perdoar ninguém e pensar que tudo de ruim só acontece com você. Esse tipo de postura vai te intoxicar a cada dia e, no fim, você fará o mesmo com os outros.

A cura para a toxidade, é a tomada de consciência de si mesmo, a reflexão sobre as fraquezas, a coragem de se olhar no espelho e fazer a escolha de se curar dos males que tem. É preciso abrir mão das certezas, ter a humildade para se reconhecer imperfeito e fazer um esforço genuíno para mudar.

Comentários